Para aqueles que ainda não sabem….

Gente, essa história toda de mudança de signo ainda intriga muita gente…

Depois de umas 5 pessoas me perguntarem sobre tudo isso em dois dias, resolvi publicar aqui um texto extraído do site da gaia em que consta a explicação astrológica dessa confusão toda!!

Agradeço ao Robson por ter nos passado de forma tão clara o que realmente ocorre para a astrologia.

Devo dizer que também li a Veja que falava disso (edição de 26 de janeiro se não me engano) e achei um grande absurdo, mais uma vez a Veja que infelizmente é uma revista na qual as pessoas ainda depositam alguma credibilidade, quis detonar com o que ela não considera interessante. Tal qual ocorreu uma vez em uma matéria sobre a educação, que acabava com os professores. Enfim… ainda sou da opinião “leu na Veja, azar o seu”.

Mais um signo? Signos deslocados?

 De tempos em tempos é trazida à tona essa polêmica com relação aos signos, tanto quanto à sua visualização quanto à existência de um 13º signo.
Quando falamos dos signos em Astrologia estamos nos referindo ao Zodíaco Tropical, que está associado aos trópicos do planeta e associados também às estações do ano, em seus equinócios e solstícios, e não ao Zodíaco Sideral, esse sim o que é visível no céu.
Os movimentos da Terra são vários, dentre eles os mais conhecidos como a rotação e a translação. Outro importante movimento é o da Nutação, movimento que a Terra faz em torno do Eixo perpendicular ao plano do sistema solar.
Esse movimento chamado de Nutação, que faz o eixo da Terra se movimentar como um peão,  faz ocorrer o Precessão dos Equinócios, um movimento que tem um ciclo completo em torno de 26.000 anos.
Aproximadamente no ano Zero esse equinócio, que marca o início da Primavera no Hemisfério Norte e o Outono no Hemisfério Sul, apontava para o ponto Zero da constelação de Áries, marcando as estações do ano coincidentes com o início do Zodíaco no signo de Áries.
Com esse movimento de Precessão, com um passo de aproximadamente 1º a cada 72 anos, atualmente o início das estações não coincide mais com esse ponto Zero da constelação de Áries.
A visualização do céu por esse ponto Zero da constelação de Áries é o que chamamos de Zodíaco Sideral.
Como referencia temos um outro Zodíaco, o chamado Zodíaco Tropical, que marca o início das estações do Ano, esse sim a base para os signos em Astrologia, que se manifesta em funções da Terra, com esse referencial celeste.
Aproximadamente no ano Zero, então, os dois zodíacos eram coincidentes, e o que era visível correspondia ao que era percebido na terra pelas estações do ano.
Com esse período de 2.000 ocorreu, como sempre ocorrerá, um deslocamento entre os efeitos da Terra o que é visível no céu.
Atualmente esse deslocamento, essa diferença entre os dois zodíacos, é de aproximadamente 28º, chamado de Ayanansa, o que faz com que a constelação visível não corresponda à estação do ano correspondente.
Por exemplo: Em torno do dia 21 de Março, quando o dia e a noite têm a mesma duração, o Equinócio, marcando o início da Primavera no Hemisfério Norte e o Outono no Hemisfério Sul, a Terra, a natureza e todos os seres vivos, responde à expressão que os astrólogos chamam de Áries, apesar de que olhando o Sol neste dia veremos a Constelação de Peixes, com esse deslocamento de aproximadamente 28º para trás.
Isso explica o porque de afirmarmos que quem nasce no dia 21 de Março tem o Sol no SIGNO de Áries, a 0º,  mas está localizado na CONSTELAÇÃO de Peixes.”
Signo não é a mesma coisa que constelação.
A Astrologia se baseia em ciclos que a Terra responde em termos naturais, através da marcação das estações, e não no que é visível em constelações.
Por observação contínua, percebe-se que essas manifestações e estímulos que a Terra e os seres vivos responde, são 12, distribuídas a partir do início das estações.
Ao visualizarmos o céu observamos as constelações zodiacais que se encontram na rota aparente do Sol, do ponto de vista da Terra. Em sua trajetória é estimulado um tipo de atividade através dos 12 setores definidos pelo Zodíaco Tropical, o que está associado às estações do ano.
Nessa mesma trajetória ele se movimenta pelo Zodíaco Sideral, o que é visível da Terra, com a diferença de deslocamento da precessão dos equinócios.
Nessa trajetória vemos o Sol passar pelas constelações zodiacais, que têm os mesmos nomes dos signos da Astrologia em seu zodíaco tropical
Os signos astrológicos, os sinais que a Terra responde junto à natureza, são 12. Entretanto nessa trajetória o Sol percorre 13 constelações, sendo uma mais além do Zodíaco Tropical: a constelação do Serpentário, Ofiúcos, que se encontra entre Escorpião e Sagitário.
Como a Astrologia não se baseia no Zodíaco visível, Sideral, mas sim no Tropical, que se estabelece em efeitos na Terra, essa constelação não é considerada, já que não tem esse efeito sobre a Terra.
Fiquem tranquilos, terráqueos. Nossos signos, ligados às estações do ano e ao nosso planeta, continuam a ser os mesmos.
Quando um dia nascer alguém fora da Terra, em Marte, por exemplo, teremos outra Astrologia, e quem sabe esse Serpentário possa lá pelas bandas de lá, se manifestar.
Essas explicações acima foram feitas de modo bastante sintético e simples, requerendo muito mais tempo, explicações técnicas e gráficos, mas já mostra como é essa diferença entre o que é visível no céu e o que é percebido na Terra.
É ótimo quando essas polêmicas são levantadas, já que trazem a oportunidade de se esclarecer como é o efeito astrológico.
Mostra que a Astrologia é um efeito natural, terrestre, que faz parte de tudo o que compõe nosso planeta e nossa existência.

(Retirado do site da Gaia Escola de Astrologia)

É isso aí gente, ninguém mudou de signo e nem temos um novo signo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: